segunda-feira, 7 de fevereiro de 2011

pavê de frutas tropicais


Sou perfeccionista. Por uma lado isso é ótimo, mas por outro péssimo, porque eu acabo sempre adiando ou deixando de lado mil coisas, simplesmente por não estar 100% perfeito. Só de layouts do meu blog, por exemplo, eu devo ter feito uns 7 ou 8, sendo que a primeira versão eu fiz há mais de 7 anos, quando nem sabia cozinhar ainda, e queria um blog pra compartilhar receitas bem explicadas para pessoas iniciantes na cozinha como eu. 

E por causa desse meu perfeccionismo, resolvi acabar com o blog há alguns dias atrás, por não estar tão legal como eu gostaria, não estar tão interessante como eu gostaria. Na verdade, até cheguei a deletá-lo, com a idéia de começar outro, com outro layout e talvez até com um nome novo. 

Mas acabei levando algumas broncas por isso (inclusive de gente que eu nunca vi na vida), parei para pensar um pouco e resolvi voltar atrás da minha decisão (sorte que o blogger me deu 90 dias pra repensar sobre o assunto!). 

Preciso levar mais pro meu dia-a-dia o que eu faço na cozinha. Nela, se algo não dá certo ou não se não está legal, eu não parto para outra, eu continuo tentando, testando e retestando receita, até que fique exatamente como eu quero. No dia-a-dia, se algo não dá certo, eu acabo desistindo, deixando de lado, ou simplesmente adiando por tempo indeterminado. Então mesmo que eu não esteja tão satisfeita com o bloguinho, irei mantê-lo e levar pra fora da cozinha o que eu aprendi dentro dela. 

E quanto a receita, já que ainda está um calor do mal, mais uma receita fresquinha, que dá até para comer de café da manhã! Se não quiser acender o forno pra morrer mais ainda de calor, use bolo pronto e se não quiser servir individualmente, faça num refratário maior.


Pavê de frutas tropicais
rendimento: 7 porções

INGREDIENTES:
Genóise de maracujá
100g de farinha de trigo
20g de amido de milho
30g de manteiga sem sal
4 ovos
110g de açúcar + 1 colher de sopa
2 colheres de sopa de suco concentrado de maracujá
1/4 de colher de chá de sal
1 colher de chá de extrato de baunilha

Creme de confeiteiro
300ml de leite
100g de açúcar
3 gemas
30g de farinha de trigo
1/2 colher de chá de extrato de baunilha
uma pitada de sal

Para molhar o bolo
suco e raspas de 1 laranja
suco e raspas de 1 limão galego
2 colheres de sopa de cachaça com mel (ou substiua por marsala ou por mais suco de laranja)

Para a montagem
1 manga grande e madura
2 bananas maduras, fatiadas
1 mamão papaya, picado em cubinhos
1 maracujá (o azedo dá um azedinho delícia  no pavê, mas usei o doce só porque eu o amo)

Para cobrir
100ml de creme de leite fresco
100g de iogurte natural integral
1 colher de sopa de mel
flocos de coco queimado
fatias de carambola

PREPARO:
genóise:
Unte uma assadeira quadrada de 20cm e reserve. Peneire 3 vezes a farinha, o amido, 1 colher de sopa de açúcar e o sal, e reserve. Derreta a manteiga numa panela não muito pequena e reserve também.

Coloque os 4 ovos e 110g de açúcar na tigela da batedeira, e leve em banho maria, mexendo sempre, até a mistura atingir uns 40ºC e você sentir com a ponta dos dedos que a mistura não está mais granulada e que o açúcar dissolveu-se totalmente.

Retire a tigela do banho maria e bata em velocidade  média até triplicar de volume e ficar um creme branco e espesso, uns 5 minutos aproximadamente. Diminua a velocidade para o mínimo, e acrescente o suco de maracujá e a baunilha. Aumente a velocidade novamente e bata por mais alguns segundos. 

Acrescente a mistura de farinha em 3 etapas, mexendo cuidadosamente de baixo para cima e fazendo movimentos circulares, depois de cada adição. Pegue mais ou menos uma concha de massa e misture com a manteiga derretida e fria, até ficar homogêneo.

Coloque essa mistura de manteiga e massa no restante da massa, misture delicadamente e coloque a massa na assadeira, nivelando com o auxílio de uma colher ou de uma espátula. Leve ao forno pré-aquecido em 180ºC, e asse até o topo do bolo estiver levemente dourado e firme ao toque.

Retire do forno e coloque a assadeira em cima de uma gradinha. Quando o bolo esfriar, desenforme-o e deixe-o descoberto por algumas horas, ou de um dia para o outro. 

creme de confeiteiro:
Numa panela de fundo grosso, coloque o leite deixe em fogo médio até levantar fervura. Enquanto isso, bata as gemas com 100g de açúcar na batedeira, em velocidade alta, até virar um creme fofo e esbranquiçado. Junte a farinha e misture delicadamente usando uma espátula.

Quando levantar fervura, retire a panela do fogo, e junte aos poucos o líquido, na mistura de gemas e açúcar, batendo em velocidade baixa, até colocar o todo o líquido. Coloque a mistura de volta para a panela, e em fogo baixo, mexa até atingir o ponto napê. (quando você cobre as costas de uma colher com o creme e passa o dedo na colher, deixando um rastro, sem escorrer). Desligue o fogo e acrescente o estrato de baunilha.

Retire o creme da panela e coloque numa tigela de inox ou vidro, e cubra com um plástico filme diretamente grudado na superfície. Faça alguns furos no plástico com uma faca para deixar o vapor sair. Espere esfriar um pouco, e leve a geladeira por algumas horas, até gelar bem.

montagem:
Corte o bolo usando um copo de cabeça para baixo. Coloque o bolo no fundo dos copos. Misture os sucos e as raspas dos cítricos com a cachaça, e umedeça o bolo.

Bata a manga no liquidificador ou usando um mixer de mão, até virar um purê. Coloque o purê por cima do bolo já umidecido, dividindo-o entre os copos, seguindo da manga em cubinhos, a banana fatiada, a polpa do maracujá e o creme de confeiteiro.

Na batedeira, bata o creme de leite fresco bem gelado até virar chantilly. Desligue a batedeira e coloque o iogurte e o mel, mexendo com uma espátula até ficar homogêneo. Divida o chantilly entre os copos, polvilhe com o coco queimado em flocos e decore com fatias de carambola, se desejar.

4 comentários:

Luciana Betenson disse...

Normalmente detesto pavê, mas este seu arrasou! Levinho, saboroso, e não aquela maçaroca de costume :) Amei e já guardei a receita. Bjs,

Marcel disse...

po, o blog tá muito bom! não desiste não. uma coisa que talvez possa pensar em fazer, é um vídeo das partes mais complexas das receitas, pra não deixar dúvidas! um videozinho embutido numa receita de pavê dessa deve aumentar a salivação em algumas ordens de magnitude!

Nara disse...

Desista não... é tão legal, suas fotos são tão lindas! =)

comida diversão e arte disse...

e bom se preocupar em fazer bem feito, mas nao espere a perfeição sempre!! o inesperado as x sai melhor!!!
e nos curtimos o blog e as receitas assim mesmo!!
n acaba naooo!!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...